Teatro

29

Mar,17

Qua


22H00

DURAÇÃO


30 mi

Antes

De Pedro Penim

Muitas cidades ou países apresentam um malaise distinto. São lugares que podiam ser Portugal, de tão afundados numa dolorosa saudade do passado

Muitas cidades ou países apresentam um malaise distinto. São lugares que podiam ser Portugal, de tão afundados numa dolorosa Saudade do passado, e onde cada tensão do presente é apenas a ponta de um iceberg que se explica em recuos sucessivos que podem ir até à origem das espécies, pelo menos. Esta nostalgia é muitas vezes apresentada como um diagnóstico, uma negação de um presente doloroso em oposição ao desejo de regressar a um passado glorioso. A convite da DEVIR (e em colaboração com o END – Festival Encontros de Novas Dramaturgias) Pedro Penim cria um espetáculo que começou com uma residência na vila de São Brás de Alportel no Algarve (em tempos chamado gharb al-ʼandalus) e que se desenvolverá ao longo do ano de 2017.

Data

29, Março 2017

Horário

22H00

Duração

30 min

Faixa etária

M12

Preço

€5

Local auditório TAGV ( lotação limitada)

Texto e encenação Pedro Penim Interpretação Frederico Serpa e Pedro Penim Iluminação Rui Monteiro Assistência geral e produção executiva Bernardo de Lacerda Assistência à produção Teatro Praga / Bruno Reis Este projecto é uma encomenda da 3ª edição do Festival Encontros do DeVIR / DeVIR/CAPa desenvolvido em colaboração com o END – Festival Encontros de Novas Dramaturgias, Teatro Académico de Gil Vicente), O Festival Temps d’Image e o Teatro Praga O Teatro Praga é uma estrutura apoiada pelo Ministério da Cultura / DGArtes Espetáculo em inglês e sem legendagem Conversa com Pedro Penim após o espetáculo

Clique ou faça scroll para ver o próximo evento.

Clique para ver o próximo evento.

Projeto Educativo

Masterclass