12

Out

22

Out

Qua

DURAÇÃO


1h00

Ver Preços

Afro-Portugal

Contas de Torna-Viagem

este amplo programa insere-se, assim, nos debates atuais sobre memória colonial, o racismo, e coloca em destaque as vozes artísticas negras, africanas e afrodescendentes em Portugal, de várias gerações

A canção Canto dos Torna-Viagem, de José Mário Branco, interpela as grandes narrativas coloniais que ainda sustentam a identidade nacional portuguesa, a partir do símbolo da viagem de descoberta. A provocação é forte e incisiva no sentido de fazer as contas de uma “Pátria Moratória”que foi deixando “Desperdícios coloniais” entre os seus, e onde chegou e dominou.  É preciso, pois, inverter a perspetiva sobre a história e tentar “ver a coisa/do ponto de vista de quem não chegou”, de quem já estava nas colónias, dos que já cá estão, ou de cá são, sem que a “Pátria imaginária” os reconheça, na sua “consistência vária”. Este amplo programa insere-se, assim, nos debates atuais sobre memória colonial, o racismo, e coloca em destaque as vozes artísticas negras, africanas e afrodescendentes em Portugal, de várias gerações. Inclui performances, exposições, filmes, debates, literatura, música, workshops e ações socioeducativas, culminando na peça Aurora Negra.

programa para download

palestra 12 outubro 11h30
Vamos ver a coisa ao contrário? Desconstruir o Racismo nas Artes Com Catarina Martins (FLUC/CES)

curso de formação 14 e 15 outubro *
Racismo, Antirracismo e as Artes
Com Marta Araújo (CES) e Gonçalo Cholant (FLUC) * inclui Oficina de Teatro do Oprimido

exposição 15 a 22 outubro
Black Youth: Weaving Identities
Curadoria Madalena Bindzi

performance 15 outubro 18h00 *
Nome Próprio
De Hamilton Francisco Babu
* performance integrada na exposição Black Youth: Weaving Identities

feira do livro 17 a 21 outubro 14h00 – 24h00
Literaturas Afrikanas

documentário 17 outubro 18h00
Viver e Escrever em Trânsito: Entre Angola e Portugal
De Doris Wieser

filme 17 outubro 21h00
Chelas Nha Kau
De Bataclan 1950 & Bagabaga Studios

documentário-reportagem 18 outubro 18h00
Por Ti, Portugal, Eu Juro
Por Divergente

debate 19 outubro 18h00
Pátria Moratória-Portugal e a Memória Colonial
Com a participação de Miguel Cardina, Bruno Sena Martins, Jorgette Dumby

performance 19 outubro 21h30
Álbuns de Guerra
De Catarina Laranjeiro e Tânia Dinis

debate 20 outubro 18h00
Olhares de quem (não) chegou
Com os escritores/as africanos Aida Gomes (Angola), Mário Lúcio Sousa (Cabo Verde), Kalaf Epalanga (Angola)

teatro 20 e 21 outubro 21h30
Aurora Negra
De e com Cleo Diára, Isabél Zuaa, Nádia Yracema

performance 21 outubro 18h00
Pelo Peso da Palavra P
De Marinho Pina

música 22 outubro 16h00
Batucadeiras Bandeirinhas da Boba

Data

12 - 22, Outubro 2022

Horário

Duração

1h00

Faixa etária

para todos os públicos

Preço

entrada gratuita

Local Pátio do Centro de Artes Visuais

parceria Gender Workshop/CES

programa Afro-Portugal: Contas de Torna-Viagem

curadoria Catarina Martins (FLUC / CES)

coprodução Teatro Académico de Gil Vicente, A Escola da Noite

parceria Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES), Casa da Esquina, Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Doutoramento em Estudos Feministas da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Projeto CROME (CES)

Clique ou faça scroll para ver o próximo evento.

Toque para ver o próximo evento.

Performance

Filme