29

Jan

30

Jan

Qua


10H00
18H30
21H30

Qui


15H00
18H30
21H30

Ver Preços

Pedro Teixeira da Mota (Espetáculo Esgotado)

Extensão Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela

um dos festivais de cinema sobre ambiente mais antigos do mundo

A extensão a Coimbra do único festival de cinema ambiental em Portugal, e um dos festivais de cinema sobre ambiente mais antigos do mundo, com as mais recentes produções nacionais e internacionais sobre questões ambientais.


29 de janeiro 
10h00 Sessão Escolas (a partir dos 6 anos/1.º e 2.º ciclo)
Aquametragem (Animação, Portugal, 2018, 6’28) De Marina Lobo
Na Capa (Animação, Irão, 2018, 4min) De Yegane Moghaddam
As Aventuras do Jovem Félix (Animação, espanha., 2018, 10min) De Ricardo Rámon
Pacha Lama Somos Nós: a Cerimónia Para Pachamama (Animação, Argentina, 2019, 5’20) De Aldana Loiseau
Bem-vindo à Sexta Extinção (Animação, Itália, 2018, 3’18) De Chiara Cant
Conversa pós-filme com Nádia Marques, Centro de Ecologia Funcional da Universidade de Coimbra

29 de janeiro 18h30
Wildlings
(Documentário, Portugal, 2018, 21min) De Lynn Mylou, Tiago Cerveira, Rodrigo Oliveira
Sonhando um Lugar (Documentário, Espanha, 2018, 1h10) De Alfonso Kint

29 de janeiro 21h30
Hálito Azul (Documentário, Portugal, Finlândia, França, 2018, 1h15) De Rodrigo Areias
Inspirado em duas obras de Raul Brandão (“Os Pescadores”, 1923; e “As Ilhas Desconhecidas”, 1926), Rodrigo Areias leva-nos até à comunidade piscatória da Ribeira Quente, na ilha de S. Miguel, no arquipélago dos Açores, para compor uma malha de narrativas deambulantes que cruzam pessoas, personagens e fantasmas que coexistem num território singular e complexo. Hálito Azul documenta, num meio caminho entre o antropológico e o poético, esse espaço específico e as pessoas que o habitam (que vivem e morrem no mar) e que, com o decorrer dos séculos, o foram moldando à medida das suas necessidades, mas também se interessa pelo processo inverso, pelo fascínio que o homem vai alimentando acerca das superstições e misticismos locais.
M12
Conversa pós-filmes com Filipe Martinho e Ivan Viegas, Centro de Ecologia Funcional da Universidade de Coimbra

30 de janeiro 15h00
A Rebentação (Documentário, Portugal, 2018, 29min) De Paulo Fajardo
Alternativas, Registos e Reflexões (Documentário, Portugal, 2019, 37min) De Gustavo Lopes Pereira
Conversa pós-filmes com Filipa Alves, Casa da Esquina (projeto referenciado no documentário “Alternativas, Registos e Reflexões”)

30 de janeiro 18h30
Genesis 2.0 (Documentário, Suíça, 2018, 2h00) De Christian Frei, Maxim Arbugaev

30 de janeiro 21h30
Understory (Documentáio, Portugal, 2019, 1h20) De Margarida Cardoso
Um ensaio pessoal sobre uma planta e todas as suas ramificações culturais e económicas: o cacau. Viajando por São Tomé e Príncipe, Inglaterra e pelo Brasil, a realizadora passeia-se entre passado e presente, desmontando os esquemas da opressão colonial europeia e investigando as possibilidades de uma exploração justa da planta. E nos vários cantos do mundo, são as mulheres que provocam as mudanças. Uma História alternativa, que é uma her-story e uma understory.
M12
Conversa pós-filme com João Loureiro e Sílvia Castro, Centro de Ecologia Funcional da Universidade de Coimbra

Data

29, Janeiro 2020

30, Janeiro 2020

Horário

10H00, 18H30, 21H30

15H00, 18H30, 21H30

Duração

Faixa etária

Preço

entrada gratuita

escolas — mediante reserva
a partir dos 6 anos/Escolas 1.º e 2.º ciclo
informações e reservas catedraunesco@uc.pt

Local auditório TAGV

Iniciativa Centro de Ecologia Funcional da Universidade de Coimbra (CFE-UC), Cátedra UNESCO em Biodiversidade e Conservação para o Desenvolvimento Sustentável, TAGV Extensão CineEco – Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela

Clique ou faça scroll para ver o próximo evento.

Toque para ver o próximo evento.

Teatro

Os Filhos do Colonialismo