07

Jun

Ter


16H30

DURAÇÃO


2h00

Ver Preços

You Can’t Win, Charlie Brown /adiado/

Conferência com Martin Welton (UK)

ciclo Sentimentos Públicos promove o debate sobre os sentimentos públicos dominantes num tempo de cicatrizes pandémicas com uma guerra na Europa em pano de fundo

No auge da pandemia de Covid19 em 2020 e 2021, o Reino Unido foi sujeito a uma série de restrições e confinamentos. O período foi marcado por dois surtos de revolta e protestos públicos não relacionados com a própria pandemia. O primeiro foi uma resposta ao Global do movimento Black Lives Matter  ao assassinato  de George Floyd nos Estados Unidos, em que se assistiu a protestos contra a violência racial no Reino Unido. O segundo, após a violação e assassinato de uma jovem, Sarah Everard, por um agente da polícia, gerou protestos contra violência e opressão contra as mulheres. Além de envolver demonstrações inusitadas de sentimentos públicos num contexto britânico, e num momento de grande incerteza social, ambos desencadearam uma série de discussões amargas em torno de questões raciais e de género em relação à violência e ao poder. Nesse contexto, falamos de três performances que surgiram desde o levantamento das restrições à Covid19 – “Samskara” de Lanre Malalou, “White Sun” de Will Dickie e “Traplord” de Ivan Michael Blackstock. 

 

Martin Welton (Queen Mary University of London) centra a sua investigação no movimento e nos sentidos na estética da performance contemporânea. Coeditor do próximo Routledge Handbook of Ambiance and Atmospheres. Além dos trabalhos publicados, investiga a estética sensorial na prática, em colaboração com artistas profissionais fora da academia, incluindo VOID, uma instalação ambisónica com o teatro RIFT em 2018.

Data

07, Junho 2022

Horário

16H30

Duração

2h00

Faixa etária

para todos os públicos

Preço

entrada livre

+ info e inscrição producao@tagv.uc.pt

Local Anfiteatro 3 Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

conferência com Martin Welton (UK)

ciclo Sentimentos Públicos

curadoria Ana Pais

ciclo integrado no Laboratório LIPA