17

Out

21

Out

Seg


14H00
23H00

Ver Preços

Feira do livro Literaturas Afrikanas com literatura de autoria negra, sobre racismo e, em particular, teatro de autoria negra, integrada no programa Afro-Portugal: Contas de Torna-ViagemA canção Canto dos Torna-Viagem, de José Mário Branco, interpela as grandes narrativas coloniais que ainda sustentam a identidade nacional portuguesa, a partir do símbolo da viagem de descoberta. A provocação é forte e incisiva no sentido de fazer as contas de uma “Pátria Moratória”que foi deixando “Desperdícios coloniais” entre os seus, e onde chegou e dominou.  É preciso, pois, inverter a perspetiva sobre a história e tentar “ver a coisa/do ponto de vista de quem não chegou”, de quem já estava nas colónias, dos que já cá estão, ou de cá são, sem que a “Pátria imaginária” os reconheça, na sua “consistência vária”. Este amplo programa insere-se, assim, nos debates atuais sobre memória colonial, o racismo, e coloca em destaque as vozes artísticas negras, africanas e afrodescendentes em Portugal, de várias gerações. Inclui performances, exposições, filmes, debates, literatura, música, workshops e ações socioeducativas, culminando na peça Aurora Negra.

Data

17 - 21, Outubro 2022

Horário

14H00, 23H00

Duração

Faixa etária

para todos os públicos

Preço

entrada livre

Local foyer TAGV

feira do livro Literaturas Afrikanas

editora Falas Afrikanas

programa Afro-Portugal: Contas de Torna-Viagem

curadoria Catarina Martins (FLUC/CES)

coprodução Teatro Académico de Gil Vicente, A Escola da Noite

parceria Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES), Casa da Esquina, Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Doutoramento em Estudos Feministas da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Projeto CROME (CES)

Clique ou faça scroll para ver o próximo evento.

Toque para ver o próximo evento.

Fórum Debate

Afro-Portugal: Pátria Moratória-Portugal e a Memória Colonial