05

Out

Sáb


17H00

DURAÇÃO


1h00

Ver Preços

João Só — Só 10 Anos

Adolfo Luxúria Canibal/Festa da Praça da República

antologia poética de Adolfo Luxúria Canibal, fundador e carismático vocalista da banda rock Mão Morta, e o oitavo volume de "Elogio da Sombra", a coleção de poesia coordenada por Valter Hugo Mãe

Não é possível a cultura portuguesa recente passar ao lado da poesia que aqui se reúne, escreve o coordenador da coleção no texto que acompanha esta obra. Entre amores abissais e políticas grotescas, alucinações de teor mais ou menos farmacêutico ou cidades cheias de passado, a poética de Adolfo Luxúria Canibal é a contemporaneidade completa, uma avidez, com seu modo próprio de se assumir e denunciar ao mesmo tempo. Sem culpa. Apenas força. Os 40 anos de poesia e rastilho de contracultura reunidos em “No Rasto dos Duendes Eléctricos” são ainda enquadrados num capítulo intitulado “A Inocência é Ilegítima”, que transcreve uma conversa entre Valter Hugo Mãe e Adolfo Luxúria Canibal.

“No Rasto dos Duendes Eléctricos (Poesia 1978 – 2018)” é o título desta antologia poética de Adolfo Luxúria Canibal, fundador e carismático vocalista da banda rock Mão Morta, e o oitavo volume de “Elogio da Sombra”, a coleção de poesia coordenada por Valter Hugo Mãe. Uma das primeiras apresentações deste livro está marcada para o dia 5 de outubro, com a presença do autor, no Café TAGV, e enquadrada no programa da Festa da Praça da República.

Data

05, Outubro 2019

Horário

17H00

Duração

1h00

Faixa etária

todos os públicos

Preço

entrada livre

Local Café TAGV

Editora Porto Editora

Apresentação do livro por Adolfo Luxúria Canibal (autor), Rui Ferreira (Lux Records)

Apresentação do livro no âmbito do programa da Festa da Praça da República

Clique ou faça scroll para ver o próximo evento.

Toque para ver o próximo evento.

Edições

Se Eu Vivesse Tu Morrias e Outros Textos