Cinema

DURAÇÃO


2h00

VARIAÇÕES DE CASANOVA // DE MICHAEL STURMINGER

ESTREIA NACIONAL // CINEMA À SEGUNDA

Estreia em Coimbra com a presença da atriz Victória Guerra, da soprano Ana Maria Pinto e do produtor Paulo Branco.[sessão 21h30]

 

Michael Sturminger, realizador e argumentista austríaco, também produtor e encenador de teatro e ópera, realizou Variações de Casanova, que tem como protagonista o ator norte-americano John Malkovich.

Esta coprodução portuguesa, francesa, austríaca e alemã foi filmada inteiramente em Portugal e baseia-se em História da minha vida, de Giacomo Casanova, memórias que aqui se diluem com cenas de óperas de Wolfgang Amadeus Mozart com libreto de Lorenzo da Ponte.

Malkovich é Casanova que é Malkovich. As variações cruzam-se no momento em que, já envelhecido e próximo da morte, o romântico clama por liberdade na sua mansão isolada e revê a sua biografia sob o olhar atento da bela e misteriosa escritora Elisa von der Recke (interpretada por uma das estrelas do cinema alemão, Veronica Ferres). Será ao seu lado que a natureza extravagante e sedutora de Don Giacomo reconhecerá o seu coração como resultado de outros corações partidos, as derradeiras vítimas dos seus sentimentos.

O Teatro Nacional de São Carlos serve assim de cápsula do tempo para uma encenação que enlaça o tempo passado de um dos maiores sedutores da história e o tempo presente da própria experiência teatral – um mundo carregado por olhares curiosos, mediados desta vez pelos ecrãs do telemóvel.

A música e os palcos (onde de resto o projeto nasceu) são parte central de todas as “variações” que vemos e escutamos. Toda a banda sonora é construída a partir de árias retiradas das três óperas que Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) compôs sobre palavras de Lorenzo da Ponte (1749-1838), um dos mais prolíficos libretistas do seu tempo (e com obra que passa também pela música de nomes como Salieri, Brunetti, Bianchi ou Winter). Juntos assinaram três trabalhos consecutivos compostos em finais da década de 80 do século XVIII. Foram eles as óperas As Bodas de Fígaro (1786) e Così Fan Tutte (1790), ambas catalogadas como opera buffa, e a mais intensa Don Giovanni (1787). O filme integra árias destas óperas no corpo narrativo e musical. E ao juntá-las ao novo contexto confere-lhes nova vida e, pelas imagens e sons, uma outra materialidade.

O elenco reúne nomes de grande prestígio mundial do canto lírico. Pelo ecrã passam assim as figuras (e as vozes) dos tenores Jonas Kaufman (o mais famoso tenor da atualidade) e Topi Lehtipuu e dos barítonos Florian Boesch e Christopher Purves. O elenco feminino conta com a presença das sopranos Barbara Hanningan (uma voz que tem sobretudo feito carreira nos espaços da música contemporânea e que ainda recentemente passou pelo Grande Auditório da Gulbenkian), Miah Persson, Anna Prohaska, Krestin Avemo e a portuguesa Ana Maria Pinto.

Maria João Bastos, Victória Guerra, Maria João Luís e Miguel Monteiro integram também o elenco do filme. John Malkovich, que veste a pele de Casanova e é o protagonista, também canta em várias das sequências de Variações de Casanova.

No fosso da orquestra vemos o maestro Martin Haselböck (também ele organista e compositor), um especialista em repertórios entre os períodos barroco e clássico, e já vencedor do Mozart Prize, em Praga, com um Don Giovanni. A sua carreira liga-o, entre várias orquestras, à Orkester Wiener Akademie. O maestro está diretamente ligado à génese deste projeto, tendo antes colaborado já com Michael Sturminger em The Infernal Comedy.

Data

S/D

Horário

Duração

2h00

Faixa etária

M/12

Preço

€4
€3 [< 25, Estudante, > 65, Grupo + 10, Desempregado, Parcerias]
Grupo + 10 [Oferta 2 bilhetes na compra de 10 ingressos]

Clique ou faça scroll para ver o próximo evento.

Clique para ver o próximo evento.

Cinema

OS MAIAS // SESSÕES ESCOLAS