Teatro Académico de Gil Vicente

O Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV) é uma estrutura da Universidade de Coimbra. Inaugurado em 1961, a sua missão cultural, artística e educativa sempre se desenvolveu entre a cidade e a Universidade, assumindo um caráter de exceção cultural no território português, por ser o único edifício teatral universitário do país. Remodelado em 2003, o TAGV é um pólo de conhecimento, formação e programação artísticos.

Interior TAGV

TAGV, 2017


@Cláudia Morais

1961
2018

Espaço destinado à prestação de um serviço público, oferece uma programação regular e diversificada, integrando Coimbra nas redes nacionais e internacionais do teatro, da dança, da música e do cinema. Inaugurado a 9 de setembro de 1961, o TAGV conta com uma idade que permite tecer um balanço e avaliar o lugar que foi assumindo ao longo das últimas décadas.

Pelo TAGV passaram os artistas nacionais e internacionais mais prestigiados, como Merce Cunningham e John Cage, Angelika Oei e Joelle Bouvier, Kenneth Branagh, Meg Stuart e Giorgio Corsetti. Em sintonia com o seu tempo, apoiou o teatro universitário, e os jovens criadores emergentes, como a geração da Bienal Universitária de Coimbra de 1988, com Francisco Camacho, Vera Mantero, João Fiadeiro, entre outros. Estes e outros momentos que marcaram a cidade e o país: Semana Internacional de Teatro Universitário, Coimbra – 92 Capital Nacional do Teatro, Coimbra 2003 – Capital Nacional da Cultura, ou ainda Coimbra em Blues – Festival Internacional de Blues de Coimbra.

 

Para além da sua programação regular, o TAGV tem apostado desde 2011 em projetos que fomentam efeitos de rede e de parcerias, como a Rede 5 Sentidos e a Rede Performart. Os projetos, que se estendem temporalmente, defendem linhas programáticas próprias, tornando-os únicos no panorama artístico nacional: criação do Centro de Dramaturgia Contemporânea, programação dos Encontros de Novas Dramaturgias (Festival END), do Ciclo Novos Criadores/Novos Rumores, do Festival Abril Dança em Coimbra, da Mostra de Teatro Universitário e do projeto internacional de formação avançada École des Maîtres.

TAGV Década 70

Teatro Académico de Gil Vicente


Década de 70

Café TAGV

A Universidade de Coimbra é fundada em 1290 em Lisboa por iniciativa do rei D. Dinis. Faz parte do escasso lote de quinze universidades activas na Europa, no final do século XIII. Após um período de alternância entre as cidades de Lisboa e Coimbra, a transferência definitiva ocorre em 1537, pela mão de D. João III.

 

Enquanto sede da única universidade portuguesa, Coimbra tornou- se, ao longo dos séculos, um importante pólo cultural, tendo a norma culta desta cidade exercido grande influência no saber linguístico dos estudantes, os quais acabariam por influenciar os povos de outros espaços geográficos.

 

Em 2013, a Universidade de Coimbra – Alta e Sofia foi inscrita pela UNESCO na Lista do Património Mundial.

UC 1961

Universidade de Coimbra


Década de 40

Espaços

O TAGV tem uma atividade regular de programação no âmbito das artes do espetáculo, do cinema e da música. No entanto, disponibiliza os seus espaços para a realização de eventos de natureza cultural e afins, incluindo conferências, lançamento de produtos culturais, reuniões de empresa, entre outros.

+ informações

T
A
G
V

Auditório

— Plateia

437 lugares + 4 lugares p/mobilidade reduzida

Equipa

  • Fernando Matos de Oliveira

    DIRETOR
  • Luísa Lopes

    DIRETORA ADJUNTA
  • António Patrício

    ADMINISTRAÇÃO
  • Marisa Santos

    COMUNICAÇÃO
  • Cláudia Morais
    FOTOGRAFIA
  • Elisabete Cardoso

    PRODUÇÃO
  • Filipe Silva
    DIREÇÃO TÉCNICA
  • Celestino Gomes
    LUZ
  • João Conceição
    LUZ
  • João Silva
    PROJEÇÃO E MAQUINARIA DE CENA
  • José Balsinha
    AUDIOVISUAL
  • Laurindo Fonseca
    CARPINTARIA CÉNICA
  • Mário Henriques
    SOM
  • Rui Ventura
    AUXILIAR TÉCNICO
  • Rosa Marques
    FRENTE DE CASA
  • Catherine Carvalho
    BILHETEIRA
  • Fábio Magalhães
    BILHETEIRA
  • Inês Patrício
    BILHETEIRA
  • Antónia Mimoso
    LIMPEZA

Condições técnicas

Auditório com 724 lugares

Plateia 437 lugares + 4 lugares para mobilidade reduzida

Balcão 327 lugares

Disposição de Espaço Cénico

+ informações

Auditório

Climatização do Auditório