13

Jul

20

Aug

Seg

Ver Preços

Mão Morta (evento suspenso)

Open Call

A intenção deste programa é criar um processo criativo coletivo em que a ideia principal é partilhar vivências relacionadas a aspetos abordados em experimentações e diálogos disparados por performances previamente realizadas e que serão retomadas num novo formato

Open Call — Programa Prática como Investigação (TAGV-LIPA)
Crueza ou Inventário de um Erotismo Coletivo
Direção Cristiana Nogueira

Este projeto tem como objetivo ampliar a pesquisa iniciada num contexto individual, a partir do livro/objeto “crueza ou inventário de um erotismo ingênuo”, exibido na exposição “Atelier Aberto IV – Em Expansão”, ocorrida no Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, em novembro de 2019.

A intenção é criar um ambiente confiável de troca e compartilhamento com pessoas que tenham interesse em participar num processo criativo coletivo. A ideia principal é partilhar vivências relacionadas a aspetos abordados em experimentações e diálogos disparados por performances previamente realizadas e que serão retomadas num novo formato. Trata-se de uma investigação imersiva, partindo de conceitos como: violência, erotismo, insólito, exaustão, repetição e autoficção.

O projeto terá a duração de 4 meses, com início em setembro, através de encontros semanais que ocorrerão às terças-feiras, da parte da tarde. Será utilizada uma metodologia de investigação direta, a partir da exibição de performances e filmes, leitura de textos e acionamentos de portfólios (agifólio/Metodologia desenvolvida pela LaPlataformance).

Este projeto dirige-se a pessoas com interesse no campo da performance, artes visuais, artes performativas e com interesse em partilhar processos criativos transmidiáticos, com criação não só de performances, mas também de um livro/objeto e diários de bordo que serão partilhados em diferentes média.

O trabalho desenvolvido não terá interação física, sendo utilizada a regra de distanciamento físico de 2 metros, o uso de máscaras e da etiqueta respiratória.

Requisitos
— disponibilidade durante todo o período do projeto;
— carta de interesse sobre como a sua experiência se relaciona com o projeto, especificando os motivos para a participação;
— portfólio com trabalhos realizados (opcional)
— currículo vitae detalhado

vagas disponíveis 6 participantes
submissão de candidaturas até 20 de agosto
comunicação dos resultados finais 27 de agosto
calendário de trabalho
setembro: 1,8,15,22,29
outubro: 6,13,20,27
novembro: 3,10,17,24
dezembro: 2,9,15
O horário de trabalho será das 18h00 às 20h00

Para mais informações e envio de candidaturas cristiana.nogueira7@gmail.com

Apresentações públicas em outubro/novembro/dezembro integradas no ciclo Performance, Agora!/TAGV

Cristiana Nogueira natural do Rio de Janeiro/Brasil, atualmente a viver em Coimbra, trabalha entre o Brasil e Portugal. Participou de exposições e residências, como o Performe-se: Fronteiras Borradas/Fronteiras Erguidas, Escala 1:1 – ações humanas para espaços monumentais,  Festival  Ruído. Gesto Ação & Performance/corpo a corpo  e  o  Festival  La Plataformance. Organiza o Festival Corpus Urbis e coordena o projeto Performance na Praça. É professora do Curso de Artes Visuais da Unifap/Brasil.

Data

13 - 20, Agosto 2020

Horário

Duração

Faixa etária

Preço

Local Sala B

Direção Cristiana Nogueira (professora, artista e investigadora) Programa Prática como Investigação TAGV/LIPA) Fotografias Ana Lages e Hermano Noronha