17

Abr

Qua


21H30

DURAÇÃO


1h20

Ver Preços

John McEnroe: O Domínio da Perfeição

De Clara Andermatt & João Lucas

a coreógrafa Clara Andermatt junta-se ao pianista e compositor João Lucas, seu colaborador de longa data. Uma cumplicidade alimentada pelo questionamento das relações expressivas entre o movimento e a música

“Parece que o Mundo”, inspirado no livro “Palomar” de Ítalo Calvino, é uma montra que nos aproxima do mundo, que observa e é observado. Conjugando intuição e pensamento metódico, a nossa atenção às coisas movimenta-se pela imensidão daquilo que parece – quer nas relações mais amplas com o cosmos ou com o infinito, quer no âmbito mais restrito das observações quotidianas, construindo os seus símbolos e os seus significados. Com um elenco de bailarinos e músicos, esta peça, tal como a obra que a inspira, oscila entre três planos distintos: o da observação, o da narrativa e o da meditação.

Clara Andermatt (n. 1963) estudou dança com Luna Andermatt e graduou-se pelo London Studio Centre e pela Royal Academy of Dancing, em Londres. Integrou entre 1984-88 a Companhia de Dança de Lisboa (dirigida por Rui Horta), e entre 1989-91 a Companhia Metros, em Barcelona (direção de Ramón Oller). Com a sua Companhia (desde 1991), cria e produz numerosas obras, distinguidas com prémios e regularmente apresentadas em Portugal e no estrangeiro. É frequentemente convidada para orientar aulas e workshops, e criar para outras companhias. O seu percurso é marcado pela viagem, pelo encontro com outras culturas e outras linguagens artísticas, especialmente nas zonas de fronteira entre formatos e estilos, entre o corpo treinado e não treinado e o desejo de aproximação do outro, procurando sentir e perceber a singularidade de cada indivíduo.

Organizado pelo Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV) e Câmara Municipal de Coimbra/Convento São Francisco, o Festival teve em 2016 a sua primeira edição conjunta. Esta iniciativa parte de um interesse comum pela dança contemporânea, reconhecendo o lugar central que esta ocupa na renovação da linguagem das artes performativas nas últimas décadas. O festival pretende dar conta do panorama criativo da dança nacional e internacional, além de promover atividades pedagógicas direcionadas para públicos escolares. Nesta edição, o Festival Abril Dança dá mais um passo no sentido de se constituir como uma iniciativa de âmbito regional e nacional, mais aberta e plural na forma e nas linguagens de criação, propondo espetáculos de dança em vários registos, a exibição de filmes, documentários, workshops e conversas com os artistas.

Data

17, Abril 2019

Horário

21H30

Duração

1h20

Faixa etária

M/6

Preço

€7
€5 < 25, estudante, > 65, comunidade UC, grupo ≥ 10, desempregado, parcerias

Local Auditório TAGV

Direção Clara Andermatt

Cocriação Clara Andermatt, João Lucas

Interpretação Ana Moreno, Felix Lozano, Gil Dionísio, Joana Guerra, João Madeira, Jolanda Loellmann, Liliana Garcia

Composição de música eletrónica Jonas Runa

Cenografia Artur Pinheiro

Figurinos Ana Direito

Desenho de luz José Álvaro Correia

Operação de luz Luís Moreira

Operação de som Ricardo Figueiredo

Apoio O Espaço do Tempo, Musibéria, Estúdios Vítor Córdon CNB-TNSC, Jazzy Dance Studios, Playbowling de Cascais, Teatro do Bairro

Parceiros de comunicação Antena 2, Lisboa Arte Hostel

Produção Companhia Clara Andermatt

Coprodução São Luiz Teatro Municipal, Teatro Municipal do Porto, Cine-Teatro Louletano, Companhia Clara Andermatt

Fotografia José Frade

 

Espetáculo integrado no Festival Abril Dança em Coimbra

Coprodução Festival Abril Dança em Coimbra TAGV, Câmara Municipal de Coimbra/Convento São Francisco