19

Jun

Qua


21H30

DURAÇÃO


2h00

Ver Preços

Rúptil | na Era dos Castigos Incorpóreos

De Flávio Rodrigues

o performer é tempo, ação e espaço. É transeunte. É compositor e maestro. É minucioso, silencioso e, arbitrariamente, o nada (o vazio como superação e como desejo)

“Rúptil | na Era dos Castigos Incorpóreos” é um projeto multidisciplinar e de caráter experimental. É estudado com o propósito de ser apresentado em espaços não convencionais, site-specific e capazes de proporcionar relações variáveis e opcionais entre a obra, o perfomer e o público. “Transeunte”, “contínuo”, “frequência”, “acumulação”, “processo” e “criação” são algumas das palavras e ideias-chave que, em si, dão lugar à ação base e primordial deste projeto, o caminhar. O performer é tempo, ação e espaço. É transeunte. É compositor e maestro. É minucioso, silencioso e, arbitrariamente, o nada (o vazio como superação e como desejo). É água (mar). “Rúptil | na era dos castigos incorpóreos” é um projeto processual, nómada e recoletor. Uma ode à beleza do caos que é a existência.

Flávio Rodrigues desenvolve os seus projetos (performances, filmes, instalações, paisagens sonoras, intervenções públicas) apresentando-os em diferentes contextos, das quais se destacam “Catálogo” (2008), “Starveling (The rite of spring)” (2012), “Rara” (2014) e “Magma” (2018). Colaborou (como intérprete, músico ou figurinista) em projetos com diferentes criadores tais como Né Barros, Isabel Barros, Joclécio Azevedo, Vítor Rua, Tânia Carvalho, Joana Castro, Bruno Senune, Elisa Worm, Mariana Amorim, Teresa Prima, Radar 360º e Cristina Planas Leitão. Foi intérprete da companhia Ballet Contemporâneo do Norte entre 2009 e 2014. É coprogramador do Festival Corpo+Cidade, desde 2014.

Data

19, Junho 2019

Horário

21H30

Duração

2h00

Faixa etária

M/6

Preço

€7
€5 < 25, estudante, > 65, comunidade UC, grupo ≥ 10, desempregado, parcerias

Local auditório TAGV (lotação limitada/espetáculo com público em pé)

Criação, interpretação Flávio Rodrigues

Apoio e intérprete no processo Bruno Senune

Vídeo Eva Ângelo

Residências artísticas e estruturas associadas Arte Total (Braga, PT), Balleteatro (Porto, PT), Ilke Studio (Berlim, DE), Teatro Municipal do Porto/Festival DDD – Dias da dança (Porto, PT), Teatro Académico de Gil Vicente (Coimbra, PT), Península/BRONZE (Porto Alegre, BR), Circolando (Porto, PT), DEVIR CAPA (Algarve, PT), Câmara Municipal da Moita/Centro de Experimentação Artística (Vale da Amoreira, PT)

Apoio na gestão financeira Bactéria

Coprodução Teatro Municipal do Porto/Festival DDD – Dias da dança (Porto), Arte Total (Braga)

Apoio à criação Fundação GDA

Clique ou faça scroll para ver o próximo evento.

Toque para ver o próximo evento.

Música

Entre Paredes — A Música de Carlos Paredes